quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Rock in Rio no On Backstage: compartilhe a sua História de Fã!


Foto do Scorpions na formação de 1985, no palco do primeiro Rock in Rio. Klaus esta em cima da bateria, de braços abertos. Matthias, Francis e Rudolf levantam suas guitarras e baixos.

Você vai ao Rock in Rio 2019? Então conte a sua história de fã! O site On Backstage, parceiro da MTV Brasil, está buscando histórias de fãs com as bandas que irão se apresentar no Rock in Rio 2019! E em parceria com o nosso site, Scorpions Brazil, vamos ajudar a coletar essas histórias dos fãs de Scorpions que irão ao festival! 

"Ser fã, é ir além de todas as barreiras. É ir em busca de experiências que, apesar de todos os obstáculos pelo caminho, fazemos tudo acontecer da maneira mais épica possível. Beiramos ao inacreditável. Colecionamos momentos. Não, melhor, histórias.

Falta pouco para o maior Rock in Rio de todos os tempos. Entretanto, nada disso teria sentido se não fosse por você, fã apaixonado, que faz de tudo para viver uma experiência única, em um lugar onde a música acontece de verdade: na Cidade do Rock."

O que você está esperando? Preencha este formulário e conte a sua história, o On Backstage poderá entrar em contato através do e-mail e/ou telefone informado, convidando você para participar da gravação de uma pauta especial na Cidade do Rock!*

Acesse aqui o formulário para contar a sua história! 

Logomarca do Festival Rock in Rio, com um Globo azul e a guitarra símbolo do festiva, e o titulo Rock in Rio em vermelho.


*Atenção! Ao enviar a sua participação, você concorda automaticamente que o On Backstage e o Scorpions Brazil poderão reproduzir por completo ou parcialmente o seu texto. 


O On Backstage poderá entrar em contato através do e-mail e/ou telefone informado, convidando você para participar da gravação de uma pauta especial na Cidade do Rock.


O Scorpions Brazil ou o On Backstage não arcarão com custos de deslocamento para a Cidade do Rock. Ingressos para o festival não inclusos. O participante deverá possuir o próprio ingresso para o festival e arcar com os custos de sua viagem, caso necessária.


sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Scorpions terá no rock in Rio 2019 a guitarra usada na edição de 1985

Foto de Matthias Jabs no palco do primeiro Rock in Rio com a icônica guitarra no formato do logo do festival, verde e com bandeirinhas do Brasil.
Matthias Jabs no Rock in Rio 1985


Uma surpresa para o Rock In Rio é revelada. A informação, trazida por Anselmo Góis, é de que Matthias Jabs usará a mesma icônica guitarra da primeira edição do Rock In Rio, presente de Matthias para Roberto Medina.

"A banda alemã Scorpions fará show no Rock in Rio em 4 de outubro, 34 anos depois de ter se apresentado pela primeira vez no festival criado por Roberto Medina. Na edição de 1985, aliás, o guitarrista Matthias Jabs presenteou Medina com esta guitarra da foto, cujo formato homenageia o logotipo daquela 1ª edição, além de bandeiras do Brasil. Agora, a banda pediu a Medina para tocar uma música usando a mesma guitarra, que está sendo restaurada pelo conhecido luthier António Pinto Carvalho."

Fonte:  O Globo

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Scorpions manda para o Scorpions Brazil mensagem exclusiva aos fãs brasileiros

Klaus Meine e Rudolf Schenker enviaram para o Scorpions Brazil uma mensagem para os fãs brasileiros. Eles estão muito empolgados para voltar e ansiosos para tocar novamente no Rock in Rio 34 anos depois de eles terem tocado na primeira edição em 1985, e também para tocar nas demais cidades da turnê brasileira. Confira o vídeo abaixo!



Confira aqui todas as datas da passagem do Scorpions pelo Brasil. 


#PraCegoVer #PraTodosVerem: No vídeo, Klaus Meine e Rudolf Schenker estão em frente a uma parede com discos falando para os fãs. Klaus está usando camiseta preta, colete verde escuro, boina preta e óculos escuros. Rudolf usa uma camiseta branca com colete preto de couro, um chapéu verde escuro e óculos escuros.

Há legenda em português, que diz: "Olá Brasil! Aqui é o Klaus Meine e Rudolf Schenker. Nós somos do Scorpions! Hey, estamos voltando ao Brasil no outono. Quem imaginaria que depois de 34 anos do primeiro Rock in Rio nós estaríamos de volta para tocar nesse icônico Festival no começo de outubro! Mas não é só isso, nós vamos para São Paulo, Curitiba e mais algumas cidades, e estamos muito empolgados para voltar ao Brasil. E nós estamos prontos para sacudi-los como um furacão!"

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Scorpions Brazil, Rock'n'Roll e a Acessibilidade na web

Logo do Scorpions Brazil, todo em amarelo, com um escorpiãozinhoLogo do Movimento Web Para todos, amarelo, laranja, rosa, roxo e vermelho, com a frase "Web para todos, construa com a gente uma internet inclusiva"



Nós, do fã site Scorpions Brazil juntamente com o Movimento Web Para Todos, queremos conectar o Scorpions com todos os seus fãs, com inclusão e acessibilidade! Para isso, estamos fazendo uma campanha para que eles adotem a acessibilidade em seu site e mídias sociais!

Por que isso é importante? 

Você já parou para pensar em como um cego navega na internet ou como um surdo que tem como meio de comunicação oficial a língua de sinais assiste aos vídeos e lê notícias na web? Você já teve a experiência de acessar um site usando apenas o teclado do computador, ou precisou ler e reler várias vezes um texto publicado online para entender o que ele queria dizer?

Imagine você abrindo o Facebook, um site ou uma rede social e percebe que todas as fotos estão fechadas. Para vê-las, terá que pedir para quem postou abri-las para você e esperar até que isso aconteça. É tão chato que você acabaria desistindo de fazer esse pedido para todas fotos que você quisesse ver. É mais ou menos o que acontece com milhões de pessoas com deficiência visual quando não há descrição na imagem. Eles precisam pedir para alguém dizer o que há ali na figura ou simplesmente ignoram aquele conteúdo.

Vocês já repararam nas hashtags #PraCegoVer e #PraTodosVerem que acompanham muitas postagens nas mídias sociais? Ela serve para sinalizar uma descrição da imagem para que TODOS possam saber do que ela se trata.  Atualmente, o Facebook tem a opção de texto alternativo. Assim, podemos inserir um texto descrevendo a imagem, ele não fica visível, mas o computador da pessoa com deficiência visual, com um software específico, lê essa descrição.

Nós optamos por usar a hashtag em vez do texto alternativo porque por celular ainda não é possível editar esse texto de forma fácil e prática. Mas não só por isso: ao colocar a #hashtag, nós estamos levantando a bandeira para a causa, mostrando a importância da inclusão e acessibilidade, visto que ainda é muito pouco o numero de páginas, sites e empresas que divulgam seus conteúdos de forma acessível. 

Esse é apenas um exemplo das diversas barreiras que muitas pessoas encontram quando navegam na web. Mas nós acreditamos que a web deve ser acessível a todos, inclusive para pessoas com os mais variados tipos de deficiência. A música deve nos unir, Scorpions conecta pessoas, das mais diversas culturas. Por isso estamos juntos nessa por uma #WebParaTodos!

Para participar da campanha e só responder essa pesquisa clicando aqui. É bem simples e rápida.

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Rudolf responde às acusações do irmão Michael Schenker

Rudolf Schenker finalmente respondeu às críticas do irmão Michael Schenker sobre os assuntos que envolvem dinheiro, de acordo com entrevista à Classic Rock.

Rudolf Schenker e o irmão Rudolf Schenker tocando suas guitarras flying V juntos no palco
Rudolf e Michael Schenker tocando guitarra juntos

Em 2016, Michael disse ao Gigs and Festivals: “Eu estou muito desapontado com meu irmão porque eu descobri um monte de coisas que estão erradas no passado. Eu, sendo sete anos mais novo que os outros caras, eu acho que tiraram vantagem de mim desde o começo.

Posteriormente, no mesmo ano, ele disse ao The Metal Voice: “Rudolf me pediu para dar a ele as melodias de Coast to Coast… e então eu estou muito desapontado com isso. E eu devo dizer que agora estou descobrindo cada vez mais coisas estranhas sobre Rudolf.”

O assunto veio à tona durante a turnê Michael Schenker Fest em novembro de 2018, quando Michael introduziu uma versão de Coast to Coast todas as noites acusando Rudolf de ter roubado suas músicas e seu dinheiro. 

Agora, em uma entrevista exclusiva para a Classic Rock, o Schenker mais velho respondeu: 

"Olha, eu amo meu irmão," diz Rudolf. "Ele é um guitarrista fantástico, mas não sabe nada de negócios. Quando nós fizemos o Lovedrive (lançado em 1979), a banda estava com um contrato com Dieter Dierks (produtor e agente). Quando perguntei sobre tocar um solo para a minha composição Coast to Coast, nós concordamos com créditos meio a meio, mas Dieter não permitiria isso, estava relacionado a custos de publicidade e estúdio. Michael assinou um contrato com Dieter que deu a ele um ponto da música. E nós concordamos e pagamos Michael… ele pegou o dinheiro."

Rudolf e Michael em 1985 em estúdio. Rudolf segura algo que parece um gravador e Michael, com fone de ouvido ligado ao gravador, toca sua guitarra flying V.
Rudolf e Michael em 1985
Schenker continua: "Mas em 1985, quando ele vivia embriagado e tinha o novo MSG com Robin McAuley, Michael viveu comigo na minha casa, os músicos dele tiveram todas as passagens de avião pagas, e eu fiz tudo aquilo por nada, entendendo que Michael me pagaria quando viesse o selo de gravação. Mas ele não me pagou nada. 

Então eu peguei a metade que era dele para cobrir as contas que ele não pagou. Tudo está claro. Tudo o que Michael precisava fazer era perguntar "o que está acontecendo aqui?" Mas ele não fez isso. Em vez disso, ele dá essas entrevistas estúpidas. Eu ainda amo meu irmão, mas ele odeia assuntos relacionados a negócios e a única pessoa culpada aqui é ele mesmo."

sexta-feira, 14 de junho de 2019

"Rocking All My Dreams": Um livro de memórias do Rock'n'Roll

Capa do livro "Rocking all my dreams" de Paulo Baron Rojo
Se há uma forma de definir esta obra, é essa: um livro de memórias. Muito mais do que uma autobiografia, o autor caminha por suas memórias e, como no fluxo do pensamento, permite-se quebrar a linearidade da ordem cronológica e trazer à tona toda a emoção dos incríveis momentos que viveu durante toda a sua carreira e também os momentos que a precedem.

A narrativa prende o leitor de forma a conduzi-lo por dentro de suas experiências. É como se pudéssemos estar ali no backstage, de corpo presente, acompanhando passagens de som ou o chute na porta do camarim de Michael Schenker. Paulo é capaz de quebrar aquela imagem que construímos de empresário e produtor cujos cifrões saltam aos olhos. Encontramos nas linhas livro o fã, o sonhador, o produtor, o ser humano cheio de falhas e virtudes.

Conheci Paulo Baron em 2007, durante a turnê do Scorpions. Desde então acompanhei todas as turnês do Scorpions no Brasil, mesmo depois de ele não mais produzir. Acompanhei muitos detalhes de cada turnê (já estive presente em 20 shows de Scorpions, incluindo apresentações no Brasil, Alemanha e Finlândia), vivi e vi de perto algumas das situações contadas no livro e pude acompanhar a dedicação de Paulo e também seu stress perante as dificuldades por ele narradas e, mesmo diante de tantos problemas, ele nunca deixou de atender aos fãs e as solicitações de nosso fã site (o Scorpions Brazil) mesmo que, muitas vezes, parecendo irritado com os pedidos. E, agora, ao ler seu livro, é possível entender bem o porquê: muito antes de ser produtor, ele era um fã apaixonado pelo rock’n’roll, com os sonhos e fascinação perante seus ídolos, que corria para conseguir um autógrafo, ele sabe muito bem o que é ter o sentimento de fã. 

Foto de Roberta (Scorpions Brazil) com Paulo Baron e os integrantes do Scorpions Klaus Meine, Matthias Jabs e Rudolf Schenker, com os selos que a banda recebeu em São Luis, 2010
Com Scorpions e Paulo Baron, em São Luis, 2010,
quando a banda recebeu um selo em sua homenagem
Encontrei-o novamente em 2016, no backstage do show do Scorpions em São Paulo e, como narra no livro, sua relação de amigo e fã da banda prevaleceu, e ele estava lá, cumprimentando-me como um abraço, um largo sorriso e muita simplicidade. Ali estava muito além do empresário, eu encontrei um fã mexicano indo assistir ao show de uma de suas bandas favoritas. 

Esse livro é um presente aos fãs de cada banda que fez e faz parte de sua história narrada no livro: Scorpions, Rhapsody, Dream Theater, Tarja Turunen, Sepultura, Symphony X, Creedence, Anthrax, Twisted Sister, Dio, Heaven and Hell, Angra, Shaman e tantas outras! Muitas histórias e curiosidades para o deleite dos amantes do rock’n’roll. Aos sonhadores, um exemplo de perseverança. Aos que almejam a carreira de produtor, uma obra obrigatória. Embarque nessa locomotiva em uma jornada rumo ao mundo do Rock’n’Roll!

O livro "Rock All My Dreams" de Paulo Baron está à venda em diversas livrarias, inclusive em lojas online. Você pode participar do sorteio do Scorpions Brazil para ganhar uma cópia! Clique aqui e participe!

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Promoção 'Rocking All Your Dreams'

Montagem com a foto do livro de Paulo Baron, Logo do Scorpions Brazil e as informações:  Promoção Rocking all your Dreams!  Quer ganhar o livro "Rocking All My Dreams" de Paulo Baron? Acesse nossa página do Facebook e saiba como!"  Uma foto de Rudolf Schenker, e os dizeres: "Paulo realizou seu sonho: encontrar seu caminho, de estar com a música e ser feliz! Ele estava construindo pontes com a música." Rudolf Schenker.



Paulo Baron, empresário do rock, produtor de shows, lançou recentemente um livro auto biográfico no qual ele narra inúmeras histórias e experiências com bandas de rock, as quais viveu ao longo dos 30 anos de carreira. Muitas das histórias, inclusive, são com Scorpions! Desde o seu primeiro show da banda quando adolescente na Espanha até tornar-se produtor e amigo dos integrantes. 

Paulo juntou o seu amor pelo Rock'n'Roll e o profissionalismo para seguir seu sonho e se transformar em um dos maiores produtores de show da América Latina. Sua empresa Top Link Music já produziu mais de 10 mil shows e foi responsável por turnês em toda a América Latina, além de países da Europa e da Ásia, trabalhando com bandas como Scorpions, Rhapsody, Dream Theater, Tarja, Sepultura, Symphony X, Creedence, Anthrax, Twisted Sister, Dio, Heaven and Hell, Shaman, dentre outras. 

O livro está a venda nas melhores livrarias online, mas você pode ter a chance de ganhar um aqui, no Scorpions Brazil! Quer saber como? Basta curtir nossa página no Facebook, curtir e compartilhar a imagem da promoção publicamente!

Agradecemos ao Paulo Baron por ter nos cedido uma cópia do livro para esta promoção e ao Newton Santos Júnior por nos ter enviado o livro.

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Resultados da pesquisa "The Dream Set List"!

Foto da banda com montagem da bandeira do Brasil ao fundo. Logo do Scorpions Brazil no canto superior esquerdo e o título The Dream Setlist: o Setlist dos sonhos!

To read it in english, please click here

Recentemente, realizamos uma pesquisa e havia uma pergunta sobre qual set list você gostaria de ver nos shows. Esse tipo de pesquisa geralmente traz os mesmos resultados: a maioria não aceita deixar os clássicos de fora. Portanto, os clássicos estarão sempre no topo do ranking. 

No entanto, ainda é comum ver os fãs reclamando que não há mudança no set list. Para entender por que e descobrir o que seria uma possível mudança que poderia agradar a maioria, decidimos ir além disso e realizar uma pesquisa mais detalhada. Escolher suas músicas favoritas não é o suficiente, temos que fazer perguntas que não foram feitas antes: você realmente quer mudar o set list? Quais são as músicas que você não se importaria de deixar fora da lista atual? E quais são as músicas que você simplesmente não pode deixar de fora do set list atual? Que música você nunca ouviu em um show, mas gostaria de ouvir? 

Dessa forma, tentaremos analisar os dados e descobrir a mudança que está faltando.

Select your Language